Em palestra no evento Security Leaders, empresa discute as estratégias de negócio para lidar com os crescentes riscos às companhias e obter eficiência operacional.

A McAfee, empresa líder em segurança da informação, participa do evento Security Leaders, Congresso, Exposição e Premiação de Líderes e Profissionais de Segurança da Informação e Risco que reunirá toda a comunidade de líderes, especialistas, usuários e fornecedores em painéis de debates e apresentações de casos de sucesso. O evento, promovido pela Conteúdo Editorial, acontecerá dias 6 e 7 de novembro na sede da Fecomércio-SP.

A McAfee destacará em uma palestra a importância da estrutura da segurança conectada em que produtos e serviços trabalham em conjunto para a proteção dos ambientes tecnológicos e de negócios das empresas. Um dos maiores determinantes de custo do dia a dia das empresas são as operações que incluem gerenciamento de vários consoles de segurança, diversas políticas, regras e atualizações constantes. Para enfrentar essas “ilhas ineficientes”, a estrutura McAfee Security Connected possibilita eficiência de negócios, previsibilidade, diminuição dos custos e informações rápidas e práticas.

Além disso, as empresas precisam lidar com maior eficiência com a sofisticação, complexidade e crescimento das ameaças. O McAfee Labs registrou o dobro de novas amostras de ransomware[1] no 2º trimestre em relação ao 1º trimestre, deste ano, aumentando a contagem de 2013 para níveis mais elevados do que o total encontrado em todos os períodos anteriores somados. Segundo análise do McAfee Labs, o período também foi marcado por um aumento de 16% no número de URLs suspeitas, um crescimento de 50% das amostras de malware com assinatura digital, além de acontecimentos notáveis nas áreas de ataques cibernéticos e espionagem, inclusive vários ataques contra a infraestrutura mundial do Bitcoin e as revelações sobre o ataque Operation Troy cujos alvos eram os recursos militares norte-americanos e sul-coreanos.

O McAfee Labs revelou o Operation Troy, uma operação de espionagem doméstica de longo prazo, baseada no mesmo código que se originou em 2009, contra alvos militares na Coreia do Sul. Quando o ataque Dark Seoul surgiu, o enfoque principal era na funcionalidade de eliminação do registro mestre de inicialização (MBR), estima-se que 30 mil computadores foram alvos dos ataques e tiveram todos os dados de seus discos rígidos apagados. Dados forenses indicam que, na verdade, o Dark Seoul é apenas o mais recente ataque do projeto de desenvolvimento de malware Operation Troy. O malware de espionagem utiliza ferramentas de reconhecimento para identificar a rede criptografada e enviar informações sensíveis de volta aos servidores de comando. O malware também pode buscar senhas e informações de registro com o diretório de arquivos de interesse. Além disso, ele pode seletivamente copiar arquivos específicos sob demanda.

A descoberta do Operation Troy mostra o quão importante é concentrar no “como” muito mais do que no “porquê”. Ciberataques podem não fazer parte de um único evento, mas sim fazer parte de “campanhas” que se estendem por longos períodos de tempo. As motivações podem ser menos interrupções e hacktivismo e mais roubos de material confidencial e segredos comerciais. Atividades de ciberespionagem podem ser camufladas em ataques DDoS (Distributed Denial of Service) e vandalismo hacktivista aparente.

As empresas precisam de um novo modelo de segurança que lhes apresente uma visão abrangente de toda a infraestrutura de TI. As organizações se estruturaram sobre um processo mental de longa data que pode não dar conta das exigências do futuro. É preciso que as empresas tenham compreensão e adotem capacidade de resposta em tempo real, caso queiram atender às necessidades de segurança do futuro.

A McAfee apresenta uma abrangência de proteção já a partir de seu portfólio com soluções e serviços, além de projetos de desenvolvimento e importantes parcerias, para oferecer soluções integradas a dispositivos móveis, terminais, servidores e redes através de uma estrutura extensível de segurança conectada.

Serviço:

Dias: 06 e 07 de novembro de 2013

Hora: a partir das 8 horas

Onde: Centro Fecomércio de Eventos – Rua Dr. Plínio Barreto, 285

Palestra McAfee: dia 6/11/2013 – das 18h20 às 18h40 – “Segurança conectada: a evolução das defesas contra as novas ameaças”

Sobre a McAfee:

A McAfee, uma subsidiária pertencente à Intel Corporation (NASDAQ:INTC), permite às empresas privadas, ao setor público e aos usuários domésticos aproveitarem com segurança os benefícios da Internet. A empresa oferece soluções e serviços de segurança proativos e comprovados para sistemas, redes e dispositivos móveis em todo o mundo. Com sua estratégia Security Connected, uma inovadora abordagem de segurança aprimorada por hardware, e a exclusiva rede Global Threat Intelligence, a McAfee dedica-se ininterruptamente a manter seus clientes em segurança. http://www.mcafee.com/br

NOTA: McAfee é marca comercial, registrada ou não, da McAfee, Inc. nos Estados Unidos e em outros países. Outros nomes e marcas podem ser reivindicados como propriedade de terceiros.

 

 

 

Increva-se e receba nossas novidades!

Increva-se e receba nossas novidades!

Cadastre seu e-mail e receba toda semana nossas novidades! Além de ser totalmente gratuito, você ainda se mantem atualizado com nossas postagens.

Uhu! Agora você receberá nossas novidades.